Em uma entrevista recente, Charles Cascarilla , cofundador e CEO da empresa FinTech Paxos , explicou por que acha que “ter uma pequena alocação de Bitcoin Code é algo que quase todo mundo deveria ter”.

Em entrevista à âncora da CNBC Kelly Evans , na quinta-feira (17 de dezembro), Cascarilla foi questionado pela primeira vez por Evans se as pessoas cujos fundos de pensão investiram em Bitcoin deveriam se sentir confortáveis.

Ele respondeu:

“Eu acho que ter uma pequena alocação de Bitcoin é algo que quase todo mundo deveria ter … mas ao mesmo tempo é realmente pensar nisso como uma opção de compra.

“O objetivo de possuir ouro é porque você deseja ter uma reserva de valor. O objetivo de possuir Bitcoin é que ele pode se tornar ouro, então não sabemos exatamente se isso vai acontecer. Possivelmente não, mas, por outro lado, já existe há 12 anos.

“Ele passou por muitas turbulências, muitos testes. É o melhor exemplo que temos de ouro digital e o que vimos através da Covid é que a vida das pessoas é cada vez mais digital – elas estão online; eles precisam ter uma pontuação digital de valor.

“E tão importante quanto, todo mundo viu o que está acontecendo com o balanço do Federal Reserve, e as pessoas estão procurando maneiras de proteger seus ativos. E assim, o Bitcoin é um exemplo de uma maneira de fazer isso. ”

Evans concordou com o CEO da Paxos e o que ela disse em sua resposta aos comentários dele foi bastante interessante:

“Com certeza, Charles, embora seja interessante para mim que, de certa forma, seja simplesmente a mentalidade de rebanho, onde as pessoas percebem ‚tudo bem, haverá 21 milhões deles‘.

“Bill Miller mostrou este grande argumento: ele disse que há 47 milhões de milionários no mundo e haverá apenas 21 milhões de bitcoins … se todos os milionários do planeta quisessem apenas um, eles não conseguiriam – não há o suficiente. Então, você sabe, é apenas uma coisa de rebanho, onde todos percebem ‚ah, tudo bem, isso vai ser o que temos e então é melhor que todos nós possuamos‘, e desse ponto de vista, o céu é o limite, não isto?“

Comments are closed.